sobre ser o melhor do mundo

Não tente ser o melhor do mundo – seja o melhor no mundo do seu público

Leia quando precisar de uma dose extra de motivação 🙂

9 de setembro de 2021

Por Luiza Terpins, head de conteúdo e comunidade da Além

[Esse texto foi uma newsletter enviada para os hosts da Além no dia 9/9/2021 mas que pode fazer sentido para todo mundo que trabalha com criação de conteúdo.]


No feriado eu li o livro O Melhor do Mundo, do Seth Godin, e lembrei muito de nossos hosts durante a leitura. Para quem não sabe, Seth Godin é um dos grandes nomes do marketing. Na década de 90 ele fundou uma das primeiras empresas de marketing online do mundo e a vendeu para o Yahoo!, o que lhe garantiu o cargo de VP da gigante e muita experiência – que ele compartilha com o público em seu blog e em livros best-sellers como Isso é marketing e Tribos.

Porque eu lembrei de vocês durante a leitura:

🥇 O livro aborda o significado de ser “o melhor do mundo” de um jeito realista.

Todo mundo aqui deseja se destacar com seu conteúdo e suas viagens virtuais, certo? Mas as chances de sermos de fato os números 1 do mundo em algo – e por mundo eu digo cerca de 200 países – são um tanto difíceis e até desnecessárias. E é aí que entram alguns insights do livro que podem parecer clichê, mas que fazem muito sentido:

  • Você não precisa ser o melhor do mundo, mas sim desejar ser o melhor no mundo do seu público. Ou seja: pensar sempre no mundo ao qual o seu público tem acesso. Por exemplo: se eu estou procurando um professor de tênis, quero o melhor professor disponível perto da minha casa e que possa me dar aulas por um valor que eu posso pagar. Esse será *o melhor do mundo* para mim. Tenha sempre isso em mente quando for criar um conteúdo ou sua viagem virtual – está aí mais um motivo para você se dedicar a conhecer ao máximo a sua comunidade.
  • Para ser “o melhor no mundo do seu público” é ideal ter um nicho definido – já falamos sobre isso várias vezes, né, mas não custa relembrar. Nas palavras de Seth Godin: “Se o seu nicho é de produtos orgânicos em Tulsa, então esse é o seu mundo. E você deve buscar ser o melhor nesse mundo.”

🚣 A mágica de pensar em desistir

Quem aqui já pensou em desistir de criar conteúdo ou viagens virtuais? Aposto que todo mundo. ISSO FAZ PARTE! – principalmente quando você coloca a barra no alto e deseja ser o melhor no mundo do seu público.

Ter ideias, apurá-las, colocá-las no papel e, obviamente, tirá-las de lá é muito desafiador (muito mais do que quem não cria conteúdo imagina, né? 😅). Essa etapa da jornada em que investimos toda a nossa energia em um desafio é o que Seth Godin chama de vão.

vão, seth godin

Gráfico baseado no conteúdo do livro

“O Vão é a longa e cansativa caminhada entre o início e a maestria. Um momento de avanço lento que – por mais contraditório que pareça – é um atalho, porque leva você para onde quer ir mais rapidamente do que qualquer outro caminho.”

Eu imagino que todos nós aqui conhecemos o vão, afinal, estamos nos desafiando diariamente a construir um negócio de valor e queremos nos tornar o melhor no mundo do nosso público. Aqui na Além, por exemplo, nosso foco é ser a melhor plataforma para creators de viagem. Vocês são o nosso mundo. Eu, Luiza, ajudo a chegarmos lá através de conteúdo, e todas as vezes que sinto que falho nessa parte, bate o desânimo. Ou seja, encontro o vão.

No seu caso, pode ser quando você faz uma série de posts para divulgar a sua viagem e não tem a conversão que esperava. Ou quando lança uma enquete no Instagram e o pessoal não se engaja para responder. “Tanto esforço para nada”, você deve pensar. Mas a real é que é o vão que te separa dos seus concorrentes e que te torna o melhor no mundo da sua audiência.

“As pessoas que decidem atravessá-lo – investindo tempo, energia e esforço para chegar do outro lado – são as que se tornam as melhores do mundo. Elas estão revolucionando o sistema. Em vez de partir para a próxima oportunidade, em vez de ficar um pouco acima da média e se acomodar com o que têm, essas pessoas abraçam o desafio. Por alguma razão, se recusam a desistir e avançam até o próximo nível.”

Pense nisso a próxima vez que se sentir no vão – e bora para frente porque no mundo da sua comunidade você já está na frente! 🙂

[foto do abre: Robert Ruggiero]

Fim

Veja também