origem das plantas da moda

É mãe ou pai de planta? Conheça a origem de algumas das espécies da moda

México, África, China, Austrália...Pedimos para o pessoal da Botânica e Tal, loja em São Paulo especializada em plantas, falar sobre a origem de algumas delas

6 de abril de 2020

 

México, África, China, Austrália…Muitos de nós têm em casa plantas de outros países. Pedimos para o pessoal da Botânica e Tal, loja em São Paulo especializada em plantas, falar sobre a origem de algumas das espécies da moda. Boa oportunidade para, nessa quarentena, conhecer mais sobre as verdinhas. Olha só:

Pilea peperomioides
 – China

É mãe ou pai de planta? Conheça a origem de algumas das espécies da moda

 

Apelidada de planta da amizade e planta do dinheiro, a Pilea é um hit. Como ela cresce verticalmente, vale colocar uma estaca de apoio e amarrar ao caule para ela não pender para um dos lados. E quando os pequenos brotos surgirem na base do vaso, pode separar com cuidado, puxando até sair a raiz de cada um, e replantar. Assim terá várias mudas, se quiser.


Espada de São Jorge 
- África

É mãe ou pai de planta? Conheça a origem de algumas das espécies da moda

Versátil e resistente, a espada se adapta muito bem a praticamente qualquer ambiente. É uma ótima planta para quem quer começar a cultivar seu próprio jardim. Um ponto de atenção importante é sua toxicidade. Não é indicada para quem tem pets e crianças pequenas em casa.


Monstera deliciosa
 – México (e América Central)

É mãe ou pai de planta? Conheça a origem de algumas das espécies da moda

 

Não à toa, as monsteras têm fã clube no mundo inteiro, inclusive com hashtag própria, a #monsteramonday. E a deliciosa está entre as mais vistosas, com folhas enormes de bordas recortadas que são um desbunde. Ela vai bem à meia sombra, com luz indireta, e rega duas vezes por semana.


Pacová 
- Brasil

Com uma folhagem que é puro brilho, o pacová gosta de meia sombra e água com parcimônia. Rega uma vez por semana, em geral, é suficiente (exceto em períodos de muito calor). Nativo da Mata Atlântica, é resistente e deve ser cultivado em vasos grandes, pois é um tanto espaçoso.

 

pacová


Chifre de veado
 – Austrália

Da família da samambaia, o chifre-de-veado deve ser cultivado à meia sombra e com bastante umidade (cuidado para não encharcar). É ideal para ser fixado em árvores ou placas de madeira para que as folhas, que podem chegar a ter mais de um metro, cresçam imponentes.

 

pai ou mãe de planta

Fim

Veja também